Atualidade

Notícias

ISO 9001:2015 – Como definir as de partes interessadas.

Publicado em 19/06/2018

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Como podemos identificar as partes interessadas na implementação da ISO 9001:2015? A norma ISO 9001:2015 no seu ponto 4.1 especifica explicitamente a importância de definir o contexto da organização dento do mercado que ela ocupa tornando-se fundamental analisar as partes interessadas, também conhecidas como stakeholders.

A norma ISO 9001:2015 no seu ponto 4.1 especifica explicitamente a importância de definir o contexto da organização dento do mercado que ela ocupa tornando-se fundamental analisar as partes interessadas, também conhecidas como stakeholders.

As partes interessadas correspondem a todos os elementos (pessoas, instituições, grupos, órgãos governamentais, etc.) que de alguma forma afetam ou são afetados pela organização.
Então, tipicamente, as partes interessadas poderiam incluir: empregados; acionistas; agências; administração do estado; serviços de emergência; clientes; familiares de empregados; mídia; fornecedores e parceiros…;

… e qualquer que seja considerado relevante para a organização.

Neste contexto a seguinte pergunte é relevante:

Como podemos identificar as partes interessadas na implementação da ISO 9001:2015?

Sendo esta uma novidade instroduzida na norma ISO 9001:2015, este aspecto pode ser confuso. A ISO 9001:2015 pede para determinar as “partes interessadas que sejam pertinentes para o sistema de gestão da qualidade”. Salintamos a palavra “pertinente” que nos introduz um matiz relevante para determinar os limites da abrangência desta indentificação.

Para avaliar se uma parte interessada cumpre a condição de “pertinente”, podemos questionarnos as seguintes perguntas:

  1. A parte interessada em estudo possui relação direta com a organização?
  2. A parte interessada em estudo é capaz de influir nos objetivos da organização?
  3. Caso a organização não cumpra as expectativas da parte interessada em estudo algum objetivos da organização poderá ser afetados? A organização corre algum risco?

Seguindo estas perguntas dicotómicas iremos obter uma lista de organizações e público interessado semelhante à seguinte:

  • Organizações ou entidades com quem a empresa assume alguma responsabilidade legal, operativa ou fiscal, sem esquecer as entidades com quem a organização estabelece relações contratuais.
  • Grupos com influencia para impulsar ou impedir a actividade da empresa: aacionistas, ONGs.
  • Pessoas e organizações inseridas na envolvente de interação da nossa organização com capacidade de influencia no desenvolvimento do negócio.
  • Clientes
  • Fornecedores
  • Pessoas com capacidade de representação dos grupos interessados: representantes dos trabalhadores.

Quais são os requisitos ligados as partes interessadas?

Uma vez identificadas as partes interessadas o seguinte passo é o objectivo último que deve assegurar o Sistema de Gestão da Qualidade, determinar satisfazer “os requisitos das partes interessadas pertinentes”

Definimos “requisito” como a necessidade ou expectativa que é declarada, geralmente implícita ou obrigatória. Sendo assim, o requisito de uma parte interessada será a necessidade ou expectativa que aquele interveniente tem em relação à organização.

Por conseguinte a Devemos, para cada parte interessada, identificar os seguintes elementos:

  1. Necessidades;
  2. Expectativas;
  3. Grau de afectação pelo SGQ;
  4. Grau de afectação ao SGC

Por exemplo, as expectativas dos fornecedores respeito da nossa organização serão: encomendas claras, cumprimento dos prazos de pago, melhorar a planificação das encomendas.

Clasificação das partes interessadas

As partes interessadas podem ter diferentes níveis de autoridade em função dos quais irão exercer maior ou menor influencia sobre o Sistema de Gestão da Qualidade.

Compromisso com as partes interessadas

Conforme à classificação obtida para cada parte interessado na matriz anterior podemos questionar qual é o compromisso que a organização deve adquirir para mitigar os possíveis impactes e quais os “requisitos pertinentes”, que devem ser atendidos pela organização

Salientar que estes “requisitos pertinentes” deverão ser atendidos até a conformidade com base em Planos de ação criados para gerar evidências de eficácia. Ao mesmo tempo, a organização deve monitorar manifestações de partes interessadas, em especial, as reclamações, como outra das evidências de que tais requisitos estão atendidos.

Além desta identificação inicial, a organização deverá monitorizar as mudanças no contexto da organização, iniciando o ciclo novamente até obter o novo elenco de requisitos pertinentes de partes interessadas relevantes.

Requisitos Legais

Indiscutivelmente nas sociedades modernas e informadas todas as partes interessadas da organização reclamam um estrito cumprimento dos requisitos legais que dizem respeito do seu domínio de influência.

Neste quadro a Envira recopila, avalia, informa e fornece apoio consultivo com todos os requisitos legais que devem ser objeto de observação nos termos da implementação e manutenção do Sistema de Qualidade da Organização.